Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006

pequena homenagem

O Tio Manel Piãozinho partiu.Partiu um ferveroso adepto do Grupo Desportivo de Valverde e um amigo de todos.

Valverde ficou um pouco mais pobre com a morte deste homem bom.

Não vale a pena acrescentar mais encómios a quem viveu com simplicidade e muita dignidade.Partiu um amigo,fica a sua lembrança.

Grande povo este que tais filhos tem.

 

publicado por valverdinho às 15:13
link do post | favorito
Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

olhem só o que encontrei !

VALVERDE
 
Caminhei até Valverde,
A terra velha não vi,
Só encontrei casas novas,
Há novo Valverde aqui.
 
Era um caminho tão seco!
Macieiras ressequidas,
Terras sequiosas e mortas
Cheias de maçãs caídas.
 
Vim-me embora, sem tardança
Era hora de voltar,
Deixei lá um raio de esperança:
A chuvinha há-de voltar!
 
Hei-de ver tudo florido,
Se lá voltar. Oh! Quem dera
O que parece perdido
Renasce na Primavera.
 
 
De um Livro de Poemas de J. Fazendeiro de Refúgio , Covilhã.
 
publicado por valverdinho às 13:48
link do post | favorito
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2006

coisas verdes-- ofereço a quem quiser aceitar

BORBOLETAS
 
Era uma manhã de frescura de um sábado cálido de Verão.
E, eu vi-te! Vi-te?
Esvoaçavas numa saia branca de pontas que se moviam com a graça das asas de uma gaivota alcalina.
O teu braço gesticulava remando um barco governado por uma vontade ignorada de um Ulisses bolinando à vela na miragem de uma Tróia ,fascinado pelo canto de beleza de uma Penélope ou Helena fugidia.
A força do braço pareceu-me lançar o barco para as águas turbulentas que estão na frente da desumana paisagem das gentes que se desconhecem.
Pensei que fugias. E, fugirias de quê?
Talvez da brisa ou da paisagem, da incerteza da vida ,ou tentavas voar para outro sonho mais irreal tentando ignorar o real que atrás de ti estava.
Não sei! Sei que olhei e num instante te perdi.
Lembro-me de ter visto uma borboleta de asas brancas e corpete esverdeado agitando frenética as asas ,fugindo da metamorfose que desdenha projectos e futuros.
Vi-te?
Eras uma borboleta…
 
publicado por valverdinho às 13:20
link do post | favorito
Quarta-feira, 15 de Novembro de 2006

associativismo-debate

ASSOCIATIVISMO -  A minha participação no debate no valverdecity
Comecemos por definir para que possamos entender do que falamos.
Uma associação é uma união ou combinação de substâncias ou coisas de modo a que se completem ,valorizem ou produzam um determinado resultado,ou ainda a perfeição.
Associado é aquele que faz parte de uma associação ,que está relacionado com outros,chamando-se membros ou sócios.
Associativismo é o sistema dos que se encontram unidos por um ideal ou objectivo comum a todos os que pertencem a uma associação.
Há.pois, associações com várias espécies de associados que pretendem atingir fins diferentes,ou,dizendo melhor,pretendem unir os seus associados nos seus interesses comuns.
O associativismo nasce de baixo para cima,isto é, os sócios geram a associação que resulta no associativismo. Para organizar o movimento é preciso haver sócios que se integram como motores do movimento associativo –os dirigentes.
Uma associação nasce ,então, da vontade comum dos sócios e esta é a sua matriz.Os interesses dos associados determinam que o génese criativo seja o do interesse dos associados: culturais,recreativos,desportivos,etc.  
Associar é juntar.
Uma associação será mais relevante quanto maior for a representatividade de associados na busca de ideias e acções comuns.
Há ,assim,associações de cariz popular que representam grandes quantidades de sócios, e outras de carácter mais restrito e com menor representatividade.
Serão contraditórios os interesses das várias associações?
A minha resposta é clara : não. São,sim,complementares.
Aqui cumpre-me fazer uma simples apreciação do associativismo em Valverde.
Todas as associações têm virtudes e defeitos.Têm as virtudes que os seus associados lhe atribuem e que os seus dirigentes são capazes de lhe imprimir.Têm os defeitos que os não- associados e os associados -ausentes lhes determinam.
Sejamos claros : uma associação é aquilo que os seus associados querem.
O associativismo é um trabalho árduo,quase sempre ignorado e totalmente desprestigiado.Fazer alguma coisa por outros raramente é reconhecido;levantar calúnia ou maledicência é muito mais fácil.Fazer,sim,é difícil.Por isso todo o meu respeito e consideração por todos aqueles que desinteressadamente põem a máquina associativa em movimento.
Nem tudo está bem,senão viveríamos num mundo ideal que não existe.
O associativismo existe para promover o bem comum,que não é único havendo por isso diversas associações que em vez de divergência são uma riqueza variada.
Estarão as nossas associações em risco?
Tenho a certeza que outras gerações serão capazes de continuar. Os exemplos de longevidade estão bem vivos na nossa terra e na nossa gente. Unamo-nos, e,com a nossa diversidade,construamos um associativismo saudável e complementar,fundado no diálogo e no entendimento (sócios e dirigentes) ,de modo a que possamos juntar connosco as gentes e as várias aspirações da nossa terra.
Da minha parte ofereço o que melhor posso : a minha experiência e a total disponibilidade para o diálogo.
Continuemos o debate!
Alberto Clemente. 
publicado por valverdinho às 13:18
link do post | favorito
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006

Chamada de atenção!!!

Há um bom debate sobre associativismo no valverdecity.Aconselho a participar e eu ,logo que possível,penso entrar na roda.O tema agrada-me sobremaneira,e é muito importante.As instituições merecem  a nossa atenção.Esta é uma excelente oportunidade para nos entendermos.
publicado por valverdinho às 13:32
link do post | favorito
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

quem é que ainda não viu?

Será que alguém ainda não notou que há coisas a mexer nesta terra?

Pouca Farinha nasceu e está aí para dar cartas.

Dia 1 de Novembro foi Dia de Todos os Santos

Dantes era dia em que a garotada pela manhã saía a pedir o santoro.A garotada em grupos e com uma bolsinha de pano percorria  a ladeia e ia batendo às portas.Quando a dona da casa acudia gritavam em coro : dê-nos lá um santorinho.

Recebiam,quase sempre peças de fruta da época(maçãs,pêras etc)`,às vezes uns rebuçados ou uns tostões e lá seguiam para outra porta.

Por fim dividiam igualmente entre todos o seu santoro;palavra talvez derivada de sanctorum (do latim dos Santos).

Neste dia também os afilhados recebiam dos seus padrinhos o seu santoro.Para tanto o afilhado abeirava-se do padrinho e dizia-lhe: a sua benção meu padrinho. O padrinho esticava-lhe a mão direita que o afilhado beijava respeitosamente e responndia-lhe : Deus te abençoe meu afilhado.recebia em troca uma palmadinha na cara e  uma moeda ou uma notita.

Ainda se lembram?

 

publicado por valverdinho às 13:23
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Memória de maio

. Monumentos e sítios

. DIA DA FREGUESIA

. Valor excepcional

. Recuperem a AJUVAL

. Homem Bom

. obrigado ZP

. Trocar por miúdos

. Até as cegonhas,Senhor !

. pensar em alternativas

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds